Archive

Archive for abril, 2007

abr
26
Tempo de leitura: < 1 minuto

Oi turma!!

Pois é.. Como sempre, depois de “pegar pesado”, tem que “pegar leve”,
né?
Pois.. Então estou aqui denovo…

E hoje trago uma música que eu e Ricardo Mauricio Beskow, um dos meus
graaaandes amigos, gravamos, lá em 2003, por brincadeira… Detale: A
qualidade não está lá das melhores mesmo, até por que a coisa foi
gravada de fita k7, mas.. Dá pra ouvir… Detale: as “conversinhas de
fundo” foram propositais, era pra avacalhar mesmo, se é que vocês me
entendem…

Bom, vamos à música então:

Peleia braba

Ricardo Mauricio Beskow e Fernando Zamboni bagunçando

Ouvir! Baixar!
Ouvir! Download!

E então.. Que acharam? Aguardo os comentários!!!

Abração

Fernando

abr
26
Tempo de leitura: 5 minutos

Oi turma!!!

Sei que alguns poderiam me chamar de insistente, chato, até mesmo
perguntar por que eu “ainda estou voltando a esse assunto”? Afinal foi
um post feito a mais de mês… Sim, sei que foi, e já teve um outro a
respeito, mas o assunto não “acabou”, e sabem por que? Por que ainda não
foi resolvido, e só vamos poder “engavetar” esse tipo de assunto, quando
a coisa for resolvida realmente… A prova de que não foi resolvido é
que agora, por exemplo, os bandidos apontam as armas pras crianças, e
não pro adulto, na ora do roubo, por exemplo… E, claro, o “outro
assunto lá”, ninguém fala mais, quase… Vocês, por exemplo, sabem quem
é “João Hélio Fernandes”? Não, antes que pensem qualquer coisa, não é um
político importante, ou qualquer coisa assim, (se é que me entendem);
Quem não sabe ou não_lembra_mais, que pesquise, e descubra…
Mas bom… Mudando de assunto sem mudar de assunto, trago hoje aqui um
texto de Pedro Cardoso da Costa, um advogado “que eu não conheço” mas
deve estar em alguma comunidade que eu estou no orkut, por que recebí
isso dele…
De qualquer forma, conhecendo ou não, trago o texto dele aqui.. E agora
ao invés de falar apenas do crime, vamos falar também da maioridade
penal..
Antes do texto do advogado, quero deixar minha opinião pessoal, que não
vai exatamente de acordo com o texto, mas mesmo assim, vamos lá:
Acho que não deve existir “maioridade penal”; E sim, uma criança, por
menor que seja, a partir do momento em que cometeu um crime hediondo
qualquer, e que já é capaz de fazer uma escolha moral, (ou seja: Sabe o
que é matar, morrer, e coisa e tal e o que agente deve ou não fazer),
já assume sua “maioridade penal”, e deveria já ser julgada e
condenada…
Também, quero acrescentar que uma boa educação, e uma boa familia, (bem
estruturada), evita, por si, muitos desses problemas…
Ou seja: Com uma boa familia e uma boa educação, resolvemos grande parte
do problema.
E.. Antes que arranquem minha cabeça, eu digo: Não me refiro aqui, às
pessoas que tem algum tipo de distúrbio mental, se bem que até essas
penso que devam ser analisadas com muita cautela, (por que existe muita
gente que faz absurdos e depois quer conseguir um laudo qualquer de
deficiente mental pra escapar da justiça)!
E bom.. Outra coisa que o Diniz fez questão de me lembrar e que também
concordo com ele: Não adianta apenas “jogar” o sujeito no presídio!! Por
que isso só enche presídio… O que tem que fazer, é criar um plano bom
de reeducação, (moral e intelectual), pra essa gente aí, e, também,
fazer uma triajem , ao “admitir” o cara na cadeia, pra saber qual o grau
de periculosidade dele, e colocá-lo com outros “equivalentes”…

Bom, mas.. Chega de conversa e vamos ao texto?


REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
A violência tornou-se um daqueles problemas que criou mais especialistas e
palpiteiros do que o futebol. Cada um tem seu diagnóstico enquanto a
violência grassa. Há muito tempo se mata mais na normalidade do Brasil do
que em qualquer guerra no mundo. Há uns dez anos me aborreci profundamente
com mais um especialista, o Renato Lombardi por dizer que o governo de São
Paulo teria criado uma série de medidas de combate à violência e que o
resultado viria em longo prazo e que a sociedade brasileira era precipitada.
O tempo mostrou o resultado. As autoridades insinuam, de forma velada ou
disfarçada, de que os culpados são as vítimas. E a cada agravamento nos
requintes de crueldade nos crimes surge um festival de explicações, como se
fosse suficiente. E só. Até a autoridade máxima, em vez de solução, formula
perguntas.
Agora descobriu que a melhoria das condições sociais resolveria o problema.
Mas o governo federal não faz uma campanha mínima de orientação para evitar
gravidez precoce e o nascimento descontrolado de filhos de quem não tem
nenhuma condição de cuidar, o principal motivo ensejador do caos social.
Mais, em absoluto pobreza não é sinônimo de banditismo.
A presidenta da Suprema Corte de Justiça, acompanhada de muitos jornalistas
e especialistas, acha que não é o momento para a discussão da maioridade
penal. Precisava dizer quando seria o momento adequado. Os assassinatos
foram crescendo até chegar quarenta mil assassinatos por ano e isto não foi
suficiente para surgir o momento adequado.
Sem que surgisse um policial em toda a trajetória, depois da diversão dos
anjinhos que atravessaram o Rio de Janeiro arrastando uma criança, a
sociedade despertou-se para a discussão sobre a diminuição da maioridade
penal. È certo que somente colocar idade menor em papel não resolve nada. Só
que nenhuma medida foi tomada até agora. Nem mesmo um tal banco de dados
nacional para registrar os condenados não passou de intenção. Não existe
quem conheça uma medida de prevenção, simplesmente porque não tem. Além
disso, as penitenciárias estão com mais de cem mil e existem mais de
trezentos mil condenados soltos.
A solução óbvia seria policiamento preventivo adequado, com equipamento
adequado, sem panda podre, sem milícia; uma polícia investigativa que
apurasse para valer, com intercâmbio com outros países. Corregedorias que
fiscalizassem eficazmente as tantas “passagens de bandidos apenas pela
polícia?, apurando a razão dos inquéritos não chegarem ao Ministério
Público. Além de um Poder Judiciário que julgasse com rapidez e eficiência.
Quanto ao Poder Legislativo, tem mesmo que instituir a prisão perpétua para
todos os crimes hediondos, incluindo todo e qualquer assassinato doloso. Com
a certeza de que nenhuma pena, mesmo a de morte, não compensa a injustiça de
se matar alguém. Para quem tem dúvida, ficaria a indagação se, sabendo que o
bandido iria ser enforcado, aceitaria que ele lhe tirasse a vida.
Para crimes de lesões corporais, que deixassem seqüelas graves, como a
deficiência em algum membro do corpo, pena privativa de liberdade de, no
mínimo vinte anos. Para os duvidosos de sempre, ficaria a pergunta se
trocaria a perda de visão de um olho pelos vinte anos de prisão do bandido.
Ninguém aceitaria pela cristalina falta de sentido e de lógica. Todas essas
penas sem nenhuma progressão, sem nenhum benefício.
A lengalenga de que pena pressupõe recuperação de bandido é para gente de
má-fé, ou propensa a santo. Pena é punição mesmo pelo crime praticado. Ponto
final. A preocupação e as iniciativas têm que ser por medidas preventivas.
Nunca, jamais, agraciar bandido em detrimento do sofrimento alheio, gratuito
e pelo resto da vida. Quem mata uma pessoa, deixa vários mortos-vivos.
As políticas de esporte, lazer, entretenimento e aprendizado em geral de
qualidade deveriam ser conseqüência natural de governos normais. E para
todos, acompanhadas da certeza de que criminoso depende da formação e da
própria índole e não da condição social da pessoa. Fosse assim, Lula seria
chefe de tráfico e não da Nação.
As penas têm que ser longas, certas e os julgamentos rápidos. Associar
julgamento bem feito a prazo infinito é de uma infelicidade desastrosa e
inconseqüente. O resto serve de desculpa, inclusive para a indústria da
prescrição, que deveria ser banida, ou ela ou os que a deixam ocorrer.
E as pessoas devem ter vida pautada pela escolha entre ser um cidadão de
bem, livre; ou do mal, preso. Trata-se apenas do princípio bíblico do livre
arbítrio.

Pedro Cardoso da Costa – Bel. Direito
Interlagos/SP


E então, que acharam? Comentem!! E, de preferência, não façam como
muitos, que esquecem o ocorrido…

Abração

Fernando

abr
26
Tempo de leitura: < 1 minuto

Oi turma!!

Pois é, to eu aqui denovo, agora indicando mais um blog.. E esse, pra
variar, como em quase todos os blogs, também é meio maluco mas parece
falar algumas verdades que… Aqui entre nós… Machucam certas
pessoas.. Principalmente “aquelas lá de cima”, (e não me refiro ao céu,
não, e sim, bem às da terra)…
Detale: Não sei quem é o autor, nem de onde é, não conheço, mesmo, mas
posso dizer que gostei do blog dele e por isso estou aqui, indicando.

Vamos ao endereço:

www.sombrassomente.blogspot.com

Entrem e divirtam-se! Espero que gostem…

Abração e até a próxima postágem!

Fernando

abr
23
Tempo de leitura: 3 minutos

Oi turma!!

Não sei como, mas eu havia me esquecido de indicar esse site!!! Bom,
agora ele vai:

Vamos primeiro conhecer a apresentação da BGB, (blind games Brasil), e
depois, o endereço…

1. O que são ?udio Games

Ousados e criativos a tempos os games eletrônicos tem marcado seu espaço no mercado, não se restringindo a classe
sociais, faixa etária, sexo ou qualquer
outro tipo de segmentação. De algum tempo para cá, talvez o último paradigma tenha sido quebrado, os vídeo games, passaram
também a ser áudio games, e, portanto
acessíveis a qualquer pessoa cega ou com baixa visão. A tecnologia de som em 3D permite a este segmento, muita adrenalina
em situações de aventura, exploração, pilotagem,
ou guerras estrelares, tendo por referenciais sons que colocam o competidor dentro do jogo.
A possibilidade de acesso a jogos eletrônicos não é nova para este segmento, pois com o surgimento dos leitores
de tela (programas que permitem o acesso
de pessoas cegas a um computador) jogos textuais passaram a ser acessíveis, como RPG, jogo da forca, jogo da memória, dentre
tantos. Os programadores do projeto
Dosvox no Rio de Janeiro foram pioneiros no desenvolvimento de jogos textuais no Brasil, chegando a produzir inclusive jogos
online.
Os áudiogames, porém, remontam a um novo paradigma, pois permitem aos usuários muitas vezes diversão apenas com
situações sonoras de ambiente, por exemplo,
em uma guerra espacial, as informações textuais são apenas um complemento e não determinantes para se jogar. Em jogos como
esse o jogador, apenas necessita se orientar
em um espaço onde a todo o momento precisa atacar e se defender de naves ou invasores, garantindo assim, toda a emoção já
experimentada por usuários de vídeo games.

2. Aspectos sociais

A possibilidade de novas formas de entretenimento para o segmento de pessoas cegas e com deficiência visual, por
si só, já é um fato que merece repercussão
e toda a atenção de todos aqueles que se preocupam em desenvolver ações voltadas a esse público. Em nossa leitura, porém,
os áudio games, trazem consigo muito mais
valor agregado, pois acabam também se caracterizando como poderosas ferramentas de inclusão social. Não seria difícil para
qualquer educador ou familiar relacionados
a uma criança cega, em poucos minutos estimular brincadeiras, ou mesmo pequenos campeonatos envolvendo crianças com e sem
deficiência. O “brinquedinho” da criança
que enxerga, (vídeo games) não pode ser utilizado pela criança cega, no entanto o inverso é totalmente possível; promovemos
assim “uma inclusão as avessas”.
Os ganhos não param por aí. É de conhecimento de qualquer profissional que trabalha junto a pessoas que acabaram
de perder a visão ou mesmo junto a crianças
cegas, a importância da construção de meios que estimulem sua boa orientação espacial. A ausência da visão faz com que esse
indivíduo conceba todo o seu meio a partir
de sons, cheiros, sensações táteis, muitas vezes por uma perspectiva temporal, isto é, um jogador cego em alta velocidade
dentro de uma quadra de futebol, sabe que
está chegando próximo ao gol adversário, ou mesmo retornando a sua defesa, pois construiu todo aquele espaço mentalmente,
considerando variáveis que lhe permitam
denominá-lo quase com perfeição. Os áudio-games, com informações que vem a todo tempo da direita e esquerda, de perto e
longe, de cima para baixo, e vice-versa chegam
como mais um excelente meio de construção mental desses referenciais.

3. A Blind Games Brazil

Não faz um ano que usuários de língua portuguesa começaram a ter acesso a esses jogos com manuais e locução em sua
língua. A percepção de alguns usuários,
que até aquele momento tinham acesso aos jogos em inglês, deu origem a constituição de um grupo informal (Blind Games Brasil)
com a missão de conhecer novos jogos,
contatar seus criadores, traduzi-los, e difundir toda essa tecnologia, de forma a se tornar acessível a um maior número
possível de pessoas. O grupo que nasceu a
princípio com quatro colaboradores, já conta com mais de cem envolvidos.
A idéia superou todas as expectativas daqueles que a conceberam, pois hoje o grupo já tem segmentações quanto ao
tipo de jogos, e conta com membros não só
no Brasil como em vários outros países.
Todo esse contexto, torna evidente a necessidade da realização de um encontro que possa:
* Envolver novos atores na condução e difusão destes trabalhos, como por exemplo, o meio acadêmico, a mídia, associações
de e para cegos, empresas e os próprios
usuários;
* Permitir aqueles já envolvidos, um momento de troca de informações, construção de novas estratégias, e aperfeiçoamento
técnico;
* Tornar o projeto acessível a um maior número de possíveis beneficiados, profissionais, e envolvidos direta ou indiretamente
com assuntos relacionados a pessoa
cega e com deficiência visual.


E então, que tal a ideia? Bom, o link, para os ceguinhos malucos que
quiserem brincar, é:

www.audiogames.rg.com.br

Ah, e quem quiser se inscrever na lista dv-jogos pra saber mais, o
endereço é:
dv-jogos-subscribe@yahoogrupos.com.br

Divirtam-se com os joguinhos!!! E digam o que acharam nos coments…

Abração!

Fernando

abr
22
Tempo de leitura: 6 minutos

Oi turma!!

Mais uma vez eu aqui, alimentando a seção de humor dessa coisa…

É incrível.. As vezes passo dias, dias e dias sem publicar nada, mas,
quando resolvo aparecer, é uma desgraceira total… Bom, pelomenos vocês
vão ter muito o que ler, nos próximos dias, se eu não aparecer denovo,
né?

Bom, vamos ao que interessa:
Vocês, por acaso, acham que esse mundo é “doido”? Pois eu, depois de ler
esse texto, acho.. Na verdade, o Dré me passou
esse texto a 659 anos atrás, e nunca pensei em botar ele aqui.. De
qualquer forma, agora ele ta vindo. Leiam, e digam o que acharam, ok??


Rússia
* Cerca de 400 funcionários de hospital da cidade de Nizhni Novgorod, na
Rússia, receberam estrume com pagamento. Na Rússia, o pagamento com
mercadorias não é exatamente novidade, mas antes esses funcionários
recebiam carne e manteiga. Em 1994, trabalhadores foram pagos com
absorventes íntimos.

Japão

* Por 13 anos um japonês manteve o corpo de seu pai congelado esperando
que ele ressuscitasse. O cadáver foi encontrado pela polícia em julho de
2001, depois que os vizinhos reclamaram do mau cheiro.
* No final do mês de setembro de 2001, para vencer a maratona de Berlim,
na Alemanha, a japonesa Naoko Takahashi tomou suco de insetos. A bebida,
considerada energética e feita com vespas gigantes, é muito popular no
Japão. E como é 100% natural, não é considerada droga.

Escócia

* Chegou em março de 2001, na cidade de Aberdeen, uma carta enviada da
Austrália em janeiro de 1889. Sim, a carta escrita por um homem cujo
sobrenome era Colin, demorou 112 anos para chegar ao destino. A
senhorita Wardrop, destinatária, não estava mais no número 32 da rua
Carden Place.

Polônia

* Na cidade de Slupca, enquanto o padre rezava em um funeral, um som
começou a ser ouvido do caixão, já sepultado com o corpo. Todos saíram
correndo, exceto a viúva, que desmaiou no local. Quando todos se
acalmaram, a mulher lembrou que havia esquecido o celular ligado no
bolso do paletó do falecido.

Rússia

* Uma astróloga anunciou em 5 de julho de 2005 que iria processar a Nasa
porque um de seus projéteis colidiu com o cometa Tempel 1. Segundo ela,
isto alterou os mapas astrais e distorceu os horóscopos que ela havia
preparado.

Brasil
* No início do mandato de 2001, na cidade catarinense Mirim Doce, o
prefeito Henrique Perón estava despachando de um orelhão, pois os
telefones da prefeitura tinham sido cortados. Para falar com ele, as
pessoas ligavam para a lanchonete da dona Terezinha, que o chamava.

Estados Unidos

* No dia 4 de julho de 2001, um americano explodiu uma casa de Kansas
City com fogos de artifício. O homem fez uma festinha com amigos na
noite anterior e soltou fogos. Como o barulho incomodou os vizinhos, a
polícia foi chamada e esconderam os fogos foram escondidos no forno da
casa. Cerca de 3 horas da manhã, o homem resolveu fazer uma lasanha e
ligou o forno, sem lembrar do que tinha lá dentro. A casa explodiu e
algumas pessoas se feriram, mas ninguém gravemente.
* O empresário Robert Medvee teve motivos para ficar duplamente bravo
com o furacão Ivan. Além de destruir sua casa, em 2004, o fênome natural
o levou para cadeia. É que, ao revirar os escombros do local, os
técnicos do governo descobriram um enorme material de pedofilia. Foram
necessárias 20 caixas para retirar os disquetes, os CDs, fitas de vídeos
e fotos.

?ndia
* No final de julho de 2001, uma chuva colorida atingiu algumas
regiões de Kerala, na ?ndia. As gotas tinham as cores vermelha,
amarela e preta e os cientistas não souberam explicar o fenômeno.
Alguns arriscaram que a chuva pode ser resultado de impurezas da
atmosfera ou da coloração do solo.

China
* Um chinês aficcionado pela internet reclamou com o governo porque
o cartório de Zhengzhou não quis registrar seu filho com o nome de
“@”. Segundo o pai internauta, a escolha do símbolo para batizar o
garoto não se deve apenas pelo fato dele ser usado na rede. Ele também
soa parecido com a expressão chinesa “te amo”. O cartório justificou a
recusa alegando que a lei do país proíbe símbolos ou cifras nos nomes
dos cidadãos.

* Em outubro de 2004, a empresa Fufang, que produz roupas,
brinquedos, sapatos e chapéus, registrou a expressão Happy Birthday
(“Feliz Aniversário”) como marca exclusiva. Assim, a frase não poderá
mais ser usada em produtos dos Estados Unidos, Japão ou países da
União Européia.

Alemanha
O jornal Express publicou que o alemão Karlpeter Arens, que morava na
cidade de Dusseldorf, ia e voltava ao escritório pelas escadas do
prédio, mas não para fazer exercício. É que ele já havia ficado preso em
elevadores 40 vezes. Quando os colegas de trabalho ficaram sabendo
disso, passaram a evitar os elevadores quando ele estava presente. Na
primeira vez que o incidente aconteceu, Karlpeter tinha 6 anos e passou
oito horas trancado no cubículo.

Inglaterra
Um jogo de cricket realizado no dia 15 de julho de 2001, em Bradford,
Inglaterra, quase deixou os árbitros malucos. Por quê? Segundo o jornal
The Sun , por pura coincidência os 22 jogadores da partida, todos de
origem indiana, se chamam Patel.

Austrália

* O australiano Sam Lynch quase destruiu um restaurante ao descobrir que
o prato que havia pedido tinha ervilhas. Tudo isso porque ele havia
alertado ao garçom que sua namorada não podia comer as bolinhas verdes e
mesmo assim o prato veio com o vegetal. Ele sujou o computador do caixa,
destruiu janelas e portas e jurou matar o gerente.

França

* Para amenizar o tédio que tomava conta de sua vida, uma mulher de
Orléans vivia ligando para os bombeiros de sua cidade. Nos três
primeiros meses de 2000, ela tinha feito 6.700 telefonemas. Em apenas um
domingo, foram 475 ligações. Acabou presa.

Irlanda

* O curioso caso foi registrado num diário de medicina psicológica: uma
mulher de 32 anos dizia ser paquerada pelo Pato Donald, o ranzinza
personagem da Disney. Ela estava tão convencida da paquera que mandou
instalar uma antena parabólica no quintal de sua casa para melhor
comunicar-se com o pato. Certa vez, ela despiu-se, subiu na casa e
uniu-se a ele ao lado da parabólica.

Gana

* O feiticeiro Aleobiga Aberrina disse aos habitantes de sua cidade,
Accra, que tinha inventado uma fórmula para tornar seu corpo à prova de
balas. Passou a loção no corpo e pediu a um homem da aldeia que atirasse
nele. O homem atirou e o feiticeiro morreu na hora. O povo, irado,
tentou linchar o atirador, mas ele conseguiu escapar com vida.

Irã

* No fim do ano 2000, uma menina de 10 anos pediu o divórcio porque seu
marido, um rapaz de 15 anos, a agrediu. Por quê? Ela queria brincar de
boneca em vez de cuidar da casa. Eles estavam casados havia apenas oito
dias.

Vietnã

* Ela bem que tentou fazer com que o marido largasse a amante, mas não
conseguiu. Assim, uma mulher de Hanói decidiu vender o cônjuge para a
rival pelo equivalente a 516 dólares. O episódio aconteceu em março de
2001 e, segundo o jornal Thanh Nien , a amante logo aceitou a oferta.

Inglaterra
* Numa viagem de trabalho que fez à Irlanda, o mecânico de aviões
britânico Anthony McKenzie deixou um recado na secretária eletrônica
de sua mulher: ?eu te amo?. Quando chegou em casa, na cidade de Mold,
no País de Gales, ouviu a mensagem e teve um acesso de fúria. Acusou a
esposa de traição e a agrediu. Condenado em um tribunal, ele teve que
cumprir 50 horas de trabalho comunitário, 12 meses de reabilitação e
viver por seis meses num albergue de recuperação, além de ter que
pagar 100 libras à mulher. A notícia foi publicada no tablóide The Sun
em outubro de 2001.

Estados Unidos
No mês de janeiro de 2001, uma mulher de 55 anos tentou matar seu
marido, um médico de 72 anos, porque ele tomou Viagra, ficou excitado e
investiu contra ela. A mulher tentou sufocá-lo colocando um travesseiro
sobre a cabeça dele e jogando seu peso em cima.

Iugoslávia
* Segundo informações da agência de notícias EFE de outubro de 2001, uma
muçulmana da República de Montenegro foi ao médico pela primeira vez aos
55 anos porque sentia uma pequena dor. Chegando lá, descobriu que tinha
dois corações. Ela disse que isso explicava sua fama de ser a mulher que
menos se cansava na ladeia onde vive.

Inglaterra

* O hospital Dorset County proibiu às enfermeiras do setor de
cardiologia o uso de tanguinhas. Eles alegam que batimento cardíaco dos
pacientes safenados se altera quando as enfermeiras com tanga entram no
quarto, o que pode comprometer o sucesso do tratamento.

Egito

* O jornal Al Wafd publicou que na cidade de Daqahliya, no Egito, um
médico e uma enfermeira começaram a brigar durante uma cirurgia. Eles já
andavam discutindo, mas a gota d’água foi quando ela, depois de ficar
passando os instrumentos errados para ele, colocou o dedo no órgão que
estava sendo operado e disse para o médico cortar mais. Ele se irritou e
começou a bater nela.

Turquia
* O jornal turco Hurriyet publicou que o motorista de ônibus Recep
Yavrucu, da Turquia, sofreu um assalto e teve a orelha cortada no final
de 2001. Por medo, Recep nunca tinha ido ao médico e achou que não
seria aquele o momento de ir. Ele mesmo resolveu o problema, colando a
orelha com cola instantânea.

* Você está em um bar jogando dominó. O que pode cair na sua cabeça?
O teto? Um lustre? Na Turquia, Ethem Sahin foi internado depois de uma
vaca caiu em cima dele. O homem fraturou uma perna e levou sete pontos
na cabeça. O animal foi para em cima do telhado do bar, que fica
situado junto à uma encosta e caiu em cima dele


E então? Esse mundo é ou não “anormal”? Digam o que acharam nos
coments…

Abração!

Fernando

abr
22
Tempo de leitura: 2 minutos

Oi turma!!

Tudo bem?

Bom, esse vai pra aqueles que “adoram” ficar mandando correntes.. Tenho
mais outro pra eles também, só que mando depois, mas em fim… Gente,
escrever um trosso na internet é fácil, mas.. Agente, quando recebe
algum, “sempre” é interessante averiguar a veracidade da coisa, antes de
sair espalhando pra 2874685 pessoas apavorado, por que algo pode
explodir se não espalhar.. Portanto.. “Correntistas emailisticos de
plantão”: Leiam isso e pensem bem antes de continuar mandando
correntes.. Principalmente pra a minha pessoa..eeeee!


Caros colegas,

MUITO OBRIGADO PELAS 4512 CORRENTES ENVIADAS ATÉ AGORA NESTE ANO.
GRAÇAS A ELAS TOMEI ALGUMAS ATITUDES QUE MUDARAM MINHA VIDA::

1. J? NÃO SACO DINHEIRO EM CAIXA ELETRÔNICO PORQUE VÃO ME COLAR UM ADESIVO AMARELO E QUANDO EU DOBRAR A ESQUINA VÃO ME
ROUBAR.
2. J? NÃO TOMO COCA COLA DEPOIS QUE ME AVISARAM, NUMA CORRENTE, QUE UM CARA CAIU NO TANQUE DA F?BRICA E FICOU TOTALMENTE
CORRO?DO.

3. NÃO VOU AO CINEMA COM MEDO DE SENTAR NUMA AGULHA CONTAMINADA COM O V?RUS DA AIDS.

4. TÔ COM UMA INHACA DE GAMB? PORQUE DESODORANTE CAUSA CÂNCER DE MAMA.

5. NÃO ESTACIONO O CARRO EM SHOPPING CENTER COM MEDO DE CHEIRAR PERFUME SER SEQÜESTRADO E VIOLENTADO.

6. NÃO ATENDO CELULAR COM MEDO QUE ALGUÉM PEÇA PARA DIGITAR 55533216450123=T4RH2 E EU TENHA QUE PAGAR UMA FORTUNA DE LIGAÇÃO
PARA O IRÃ.

7. NÃO COMO MAIS BIG MAC POIS É TUDO FEITO COM CARNE DE MINHOCA OU CARNE COM ANABOLIZANTE.

8. NÃO COMO MAIS CARNE DE FRANGO, POIS OS FRANGOS FORAM ALTERADOS GENETICAMENTE E TÊM SEIS ASAS, OITO COXAS E NÃO TÊM BICO,
PENAS NEM CABEÇA.

9.NÃO SAIO COM MAIS NINGUÉM, GRAÇAS AS CORRENTES, PORQUE TENHO MEDO DE ACORDAR NA BANHEIRA CHEIA DE GELO E SEM MEUS RINS.

10.REFRIGERANTE EM LATA, NEM PENSAR!! TENHO MEDO DE ENCONTRAR O DEDO DAQUELE MALUCO L? DE CIMA OU ENTÃO MORRER DA MIJADA
DO RATO.

11.NÃO TENHO MAIS NENHUM TOSTÃO POIS DOEI TUDO PARA A CAMPANHA EM PROL DA OPERAÇÃO DA NILDINHA, QUE É UMA MENINA QUE PRECISA
FAZER UMA OPERAÇÃO URGENTE, POIS SÓ
TEM MAIS DOIS MESES DE VIDA ISSO DESDE 1993.

12. ESCREVI EM NOTAS DE R$1,00 UMA MENSAGEM PARA A NOSSA SENHORA, PARA ME DAR MUITO DINHEIRO, E ACABEI PERDENDO UMAS 2000
NOTAS POIS EU ESCREVI DEMAIS.

13. ESTE MÊS DEVO RECEBER O MEU CELULAR ERICSSON, POR TER REPASSADO OS E-MAILS PARA 2366 AMIGOS, E MÊS QUE VEM RECEBO OS
U$1000 DA AOL, ALÉM DOS PRÊMIOS DA NESTLÉ,
TUDO ISSO SÓ PELAS CORRENTES…

14. NÃO BEBO MAIS REFRIGERANTE KUAT, POIS ELE TEM UMA SUBSTÂNCIA QUE CAUSA CÂNCER.

15. ALÉM DISSO, J? NÃO DURMO MAIS A NOITE PORQUE EST? TRAMITANDO NO CONGRESSO NACIONAL UM PROJETO DE LEI QUE VAI ACABAR
COM AS PRINCIPAIS GARANTIAS TRABALHISTAS
DO CIDADÃO BRASILEIRO: 13º SAL?RIO, FUNDO DE GARANTIA E FÉRIAS REMUNERADAS.

16. NÃO ENTRO MAIS NO ORKUT NEM NO MSN PORQUE NO FINAL DO MÊS PODE CHEGAR UMA CONTA DE 2 MIL REAIS.

ENTÃO CAMBADA DE CRIADORES DE CORRENTES, SE VOCÊS NÃO PASSAREM ESTA CORRENTE PARA 115.000 AMIGOS EM EXATOS CINCO
MINUTOS, UM URUBU VAI TE CAGAR E VOCÊ VAI
VIVER FEDIDO PRO RESTO DA VIDA!!!

Atenciosamente,

TODOS nós que recebemos correntes e já estamos de saco cheio delas !!!!!


Bem.. Que tal? O cara foi genial né? Não sei quem foi que escreveu, mas
“falou e dice”…

Abração e aguardo os coments!

Fernando

abr
22
Tempo de leitura: 6 minutos

Oi gente!!

E aí vai mais 1,eeee… Sei que tem gente que vai querer minha cabeça
por causa dele, mas.. Fazer o que, né? Uma cabeça a menos, uma cabeça a
mais, de vez enquando…
De qualquer forma, se quiserem arrancar a minha, esperem eu viver mais
uns 100 anos primeiro, certo? Depois podem se divertir a vontade..

Bom, vamos ao texto:


Você está dirigindo em um deserto e vê o fernando Collor de um lado da
estrada e do outro um advogado, quam você atropela primeiro? R: O Collor,
primeiro a obrigação,
depois o divertimento. Você está em um quarto com o Collor, PC Farias, um
advogado e um 38 com 2 balas, em quem você atira? R: No advogado, 2 vezes.
O advogado,
no leito da morte, pede uma Bíblia e começa a lê-la avidamente. Todos se
surpreendem com a conversão daquele homem, e uma pessoa pergunta o motivo.
O advogado doente
responde: “Estou procurando brechas na lei”. Certo dia estavam dois homens
caminhando por um cemitério quando se depararam com uma sepultura recente.
Na lápide lia-se:
“Aqui jaz um homem honesto e advogado competente”. Ao terminar a leitura
um virou-se para o outro e disse: “Desde quando estão enterrando duas
pessoas na mesma cova?”
Você sabe como salvar cinco advogados que estão se afogando? R: Não –
ótimo! Um homem entra num escritório de advocacia e pergunta sobre os
honorários para consultoria.
– Cinqüenta dólares por três perguntas – responde o advogado. – Mas não é
um pouco caro? – pergunta o homem. – Realmente é – responde o advogado.
Qual é sua segunda
pergunta? Um açougueiro entra no escritório de um advogado e pergunta: –
“Se um cachorro solto na rua entra num açougue e rouba um pedaço de carne,
o dono da loja
tem direito a reclamar o pagamento do dono do cachorro?” – “Sim, é
claro” — responde o advogado. ” Então você me deve 8 reais. Seu cachorro
estava solto e roubou
um filé da minha loja” Sem reclamar, o advogado preenche um cheque no
valor de 8 reais e entrega ao açougueiro. Alguns dias depois, o açougueiro
recebe uma carta
do advogado, cobrando 200 reais pela consulta. Custas processuais é aquilo
que o advogado cobra do cliente, além do que foi combinado. Em uma noite
chuvosa, dois
carros se chocam em uma estrada. Um pertencia a um advogado, o outro a um
médico. Ao sair de seu automóvel, o médico, preocupado, se dirige ao carro
do advogado
e pergunta se ele está ferido, examina-o brevemente e constata não haver
nada de grave. Só então os dois passam a verificar o estado dos carros e
como se deu a batida.
Chegam a conclusão de que não havia como escapar do acidente na -8-

#
situação em que tinha acontecido: a estrada estava molhada, escura e mal
sinalizada. Como, todavia, o advogado já tinha ligado para a policia
rodoviária, resolveram
ficar esperando enquanto a viatura não chegava, para avisar aos policiais
que cada um ia assumir seus prejuízos. Conversa vai, conversa vem, o
advogado vai ficando
íntimo do médico e até lhe oferece uísque. O médico aceita, bebe três
goles longos e pergunta: – “E você, amigo, não vai beber?” O advogado
responde: – “Só depois
que a policia chegar”. Dois advogados, pai e filho, conversam: – “Papai!
Estou desesperado. Não sei o que fazer. Perdi aquela causa!” – “Meu filho,
não se preocupe.
Advogado não perde causa. Quem perde é o cliente!” O filho, advogado
recém-formado, chega todo sorridente para contar a novidade ao pai,
advogado titular do escritório:
– “Papai, papai! Em um dia, resolvi aquele processo em que você esteve
trabalhando por dez anos!” O pai aplica um safanão na orelha do filho e
berra: – “Idiota!
Esse processo é que nos sustentou nos últimos dez anos!” P.: Por que a
Ordem dos Advogados proíbe relações sexuais entre advogados e seus
clientes? R.: Para evitar
que seus clientes sejam cobrados duas vezes por um serviço essencialmente
similar. P.: Por que as piadas de advogado não funcionam? R.: Porque os
advogados não acham
graça em nenhuma delas e as outras pessoas não acham que são piadas. Em
outra audiência, o juiz pergunta ao réu: – “O senhor não trouxe o seu
advogado?” – “Não,
meritíssimo! Eu não tenho advogado. Resolvi falar a verdade!” Qual a
diferença entre uma pulga e um advogado? R: Um é um parasita que suga seu
sangue até o fim,
e o outro é um inseto. Dois peões estavam caminhando pela beira de uma
estrada poeirenta, voltando de uma das fazendas onde haviam trabalhado
duro o dia inteiro,
quando o filho de um famoso juiz, que vinha a toda a velocidade na sua
picape importada, atropela os dois com toda a violência. Um deles
atravessou o para-brisa
e caiu dentro do carro, enquanto o outro voou longe. Três meses depois
eles saíram do hospital e, para surpresa geral, foram direto para a
cadeia. Um por invasão
de propriedade alheia e o outro por se evadir do local do acidente.

-9-

#
Boas notícias: Um ônibus cheio de advogados caiu do abismo. Mas notícias:
Tinham três cadeiras vazias. O que você precisa quando tem cinco advogados
enterrados até
o pescoço no concreto? R: Mais concreto. Qual a diferença entre um
advogado e uma cebola? R: Você chora quando mete a faca na cebola. Quais
são as três perguntas
mais feits pelos advogados? R: 1. Quanto dinheiro você tem? 2. Onde você
pode conseguir mais? 3. Você tem alguma coisa que pode vender? O que você
tem quando cruza
um advogado com um bibliotecário? R: Toda informação que você precisa, mas
você não vai entender uma palavra do que ele diiser. Como foi inventado o
fio de prata?
R: Dois advogados brigando por uma moeda. Um advogado e o Collor pulam de
um edifício de 100 andares, qual chega primeiro? R: Quem se importa? Qual
a diferença entre
um advogado e um peixe-gato? R: Um vive nas profundezas se alimentando de
lixo e o outro é um peixe. Qual a diferença entre um advogado e uma
sanguessuga? R: A sanguessuga
vai embora quando sua vítima morrer. O que acontece quando você enterra
seis advogados na areia até o pescoço? R: Falta areia. A Madame abriu a
porta do puteiro
e se deparou um homem alto de pele morena. – No que posso ajudá-lo? –
perguntou a Madame. – Gostaria de ver a Natalie – disse o homem. – Senhor,
Natalie é uma de
nossas meninas mais caras… O senhor não quer ver outra de nossas
garotas? – Não, eu quero a Natalie – disse ele. Minutos depois, apareceu
Natalie para explicar
ao homem que ela iria cobrar R$1.000,00 pela visita. Sem pestanejar, o
homem mete a mão no bolso e tira um maço de dez notas de R$100,00 e
entrega à moça. Então,
os dois subiram para um dos quartos e depois de uma hora o senhor saiu
muito tranqüilo e feliz. Na noite seguinte, o mesmo senhor apareceu de
novo querendo ver Natalie.
Natalie então disse que era muito raro para qualquer visita duas noites –
10 –

#
seguidas e que nem iria pensar em desconto. Novamente o homem enfiou a mão
no bolso e tirou outras dez notas de R$100,00 e, na companhia de Natalie,
subiu para um
dos quart os e depois de uma hora ele se foi. Quando apareceu pela
terceira noite seguida, ninguém podia acreditar. Novamente entregou
R$1.000,00 a Natalie e foram
os dois para um dos quartos, para mais uma hora. Quando terminaram, não se
contendo de curiosidade, Natalie perguntou para o homem: – Ninguém nunca
requisitou meus
serviços por três noites seguidas. De onde você é? – De Sorocaba –
respondeu o homem. – É sério? – disse ela – Minha família é de lá. – Eu
sei – disse o homem –
Seu pai faleceu e sou o advogado de suas irmãs. Elas me pediram que lhe
entregasse sua parte da herança, R$3.000,00… Moral: Há duas coisas no
Mundo que não têm
pena da gente: a morte e um advogado… Certa tarde, um bem sucedido
advogado estava sendo conduzido em sua limusine para seu sitio, quando
observou dois homens
maltrapilhos comendograma ao lado da estrada. Ele ordenou imediatamente ao
motorista que parasse, saiu do veículo e perguntou: – Por que vocês estão
comendo grama
? – Porque nós não temos dinheiro para comprar comida, respondeu um dos
homens. – Bem, você pode vir comigo para o sítio disse o advogado. –
Senhor, eu tenho uma
esposa e três filhos aqui. – Traga-os também replicou o advogado. – E
quanto ao meu amigo?! O advogado virou-se para o outro homem e disse: –
Você pode vir conosco
também. – Mas, senhor eu também tenho esposa e seis filhos, disse o
segundo homem. – Eles podem nos acompanhar também, disse o advogado
enquanto se dirigia de volta
à limusine. Todos se acomodaram como puderam na limusine, e quando já
estavam a caminho, um dos acompanhantes disse: – O senhor é muito gentil.
Obrigado por levar-nos
a todos com o senhor. O advogado respondeu: – De nada !!! Vocês irão
adorar meu sitio. A grama esta com quase um palmo de altura !!!!!


E então? Comentem, arranquem minha cabeça se quiserem!eeee..

Abração

Fernando

abr
22
Tempo de leitura: < 1 minuto

Oi denovo, turma!

Tudo bom?

Bom, ta aí, esse texto diz tudo, vou deixar pra vocês, que façam os
comentários… Só quero lembrar que é agente que paga pra “isso”
acontecer por lá.. Vamos ao texto:


O sujeito vai visitar um amigo deputado e aproveita para lhe pedir um
emprego para o seu filho que tinha acabado de completar o supletivo do primeiro
grau.

O deputado lhe diz:
– Eu tenho uma vaga de assessor, só que o salário não é muito bom…
– Quanto é, doutor?
– Pouco mais de dez mil reais.
– Dez mil? Mas é muito dinheiro para o garoto! Ele não vai saber o que
fazer com
tudo isso não, doutor! Não tem uma vaguinha mais modesta?
– Só se for pra trabalhar na Assembléia. Meio período. E eles estão
pagando sete mil.
– Ainda é muito, doutor!… Isso vai acabar estragando o menino!…
– Bom, então tenho vaga de consultor. Estão pagando cinco mil reais.
– Isso tudo é muito … O senhor não tem um emprego que pagasse aí uns
mil e quinhentos ou até dois mil reais?
– Ter eu até tenho, mas aí é só por concurso e para quem tem curso
superior em Arquitetura, Engenharia, Administração, Medicina, Odontologia,
Biologia,Agronomia, Economia, Direito ou Contabilidade, Veterinária ou Zootecnia. E
ainda tem que ter pós-graduação e bons conhecimentos de informática, além de fluência em
inglês,francês e espanhol!


E então?

Comentem! Critiquem… Em fim.. E divirtam-se!

Abração e até daquia pouco..

Fernando

abr
22
Tempo de leitura: 2 minutos

Oi turma!!

É, é impressionante a quantidade de gente que… Não tem nada pra fazer!

E, claro, não tendo nada pra fazer, escreve esses trossos legais e manda
pra nóis…
Bom, hoje, como tão vendo, não é uma gravação.. É um texto com
“excelentes dicas” de informática.. Leiam e digam o que acharam!


Se você já for um Expert, tire uma cópia e
mande para aquele seu amigo que tenta, tenta, mas nunca consegue se familiarizar com o mundo dos chips. E peça a ele que
não o perturbe mais com perguntas
tão
incomuns e surpreendentes.
1. Meu computador não liga, o que eu faço?
Dê o troco, não ligue para ele também.
2. Ao ligar, o micro custa a carregar. Tem solução?
Sim, carregue seu micro até a lixeira mais próxima.
3. Ao iniciar, a bandeirinha do Windows aparece na tela duas vezes. Para
que serve isso?
É um sinal de que você é completamente imbecil e ainda insiste em comprar produtos da Microsoft.
4. O que faço com o botão Iniciar?
Clique nele, depois em desligar, depois em sim para desligar o computador
e aguarde. Quando surgir a mensagem “seu computador já pode ser desligado
com segurança”, puxe o fio da tomada, enrole no pescoço e aperte bem.
5. Pra que serve a opção Acessórios do Menu/programas?
Serve pra você colocar um toca-fitas no seu micro, vidro fumê, roda
de liga leve e volante de fórmula 1.
6. Pra que serve o botão Documentos do menu iniciar?
Serve pra você tirar sua carteira de identidade, CPF, Titulo de Eleitor
e atestado de insanidade mental.
7. E o botão Localizar?
Serve pra você encontrar seu provável pai entre os homens da
vizinhança.
8. E o botão Executar?
É ideal pra você aplicar em seu irmão mais novo, que vive mexendo
no seu micro.
9.Para que serve o Botão direito do mouse?
Pra você apertar sempre que o botão esquerdo estiver cansado.
10. Como faço para rodar o Word?
Pegue o gabinete e gire-o rapidamente. O Word vai rodar até ficar
tonto.
11. Como faço para salvar um documento?
Espere o documento tentar atirar-se pela janela do Word. Então,
segure-o com firmeza
12. Como dou nome para um documento?
Não se preocupe com formalidades. Pode chamá-lo pelo apelido.
13. O Power Point faz apresentações?
Faz, mas é muito tímido. Não espere por ele e apresente-se você mesmo.
14. O que é Correio Eletrônico?
É um sistema que envia o carteiro pela tomada elétrica.
15. O que é homepage?
É uma casa feita com folhas de papel.
16. Por que o site da Microsoft está sempre congestionado?
Porque os técnicos estão ocupados consertando bugs.
17. O que é bug?
É um carrinho que parece um Jeep.


E então? Comentem! Digam o que acharam! E, é claro, passem
adiante, eeee..

Abração!

Fernando

abr
21
Tempo de leitura: < 1 minuto

Oi turma!!

To aqui denovo..

Seguinte: Quem de vocês ainda não ouviu falar num tal de Sistema DOSVOX?
Pois.. Quem não ouviu que vá pro invééérno, e, claro, visite a
página do sistema dosvox,
e não me volte aqui antes disso, se quiser entender o que eu posto aqui
agora.. Quem conhece o dosvox, contudo, vai ter um motivo pra dar boas
risadas, digamos assim… Pois bem…
Parece que foi em 2004… Um amigo nosso, o Evangel Vale, resolveu
“brincar” com os sons do dosvox, e fez uma montágem de uma historinha
usando somente as vozes do sistema.. Vocês conseguem imaginar o que deu?
Bom, quem não consegue imaginar, vai conseguir, depois de ouvir o
“barulhinho que faz”…

Mas… Chega de conversa e vamos a ele então?

WMA MP3
Ouvir! Download da mp3

E então.. Que acharam? Misturança braba né? Comentem! Digam o que
acharam por aqui!!

Abração, e agente se vê na próxima postagem maluca!

Fernando

RSS
Follow by Email